sábado, 14 de janeiro de 2017

CAMPANHA #somostodosCBSK



Confederação Brasileira de Skate (CBSk) lança a campanha #somostodosCBSK para demonstrar para o Comitê Olímpico do Brasil (COB), poder público, sociedade e imprensa quem os skatistas brasileiros reconhecem como sua legítima representante.
Esclarece não ser uma campanha contra os patinadores de Street ou demais praticantes de Roller Sports, merecedores de todo respeito, e a CBSk repugna quaisquer tipos de violência.

A CBSk é a entidade sem fins econômicos regulamentadora do Skate no Brasil há mais de 17 anos e nunca uma entidade nacional de Skate durou tanto tempo. foi fundada por associações e federações de Skate em 1999 numa reunião onde estavam presentes os skatistas Alexandre Vianna, Claudinei Bio, Ed Scander, Fabrício Gugu, Felipe Nagano e Marcus Cida entre outros. atualmente é constituída por 10 federações e 05 associações em 11 Estados.
Fazem ou fizeram parte da diretoria, conselhos e comitês da CBSk grandes skatistas brasileiros como Allan Mesquita, Alexandre Maia, Biano Bianchin, César Gyrão, Cris Fernandes, Danilo do Rosário, Diego Oliveira, Douglas Dalua, Edgard Vovô, Fábio Schumaker, Geninho, Júlio Detefon, Léo Kakinho, Lucas Xaparral, Márcio Tarobinha, Marquinho Cruz, Otávio Neto, Paulo Folha, Pedro Barros, Reine Oliveira, Ricardo Porva, Sandro Dias, Sérgio Yuppie, Wagner Ramos, Willians Indião entre dezenas de outros renomados, muitos campeões brasileiros ou mundiais.
Todos skatistas profissionais do Brasil são confederados à CBSk que cuida para a categoria ser valorizada através de comitês de todas modalidades eleitos democraticamente pelos próprios profissionais.

São estes comitês mais conselhos na CBSk que criam as regras de competição dos Circuitos Brasileiros de Skate e modernizam-na constantemente.
Numa ação inédita no mundo a CBSk encomendou pesquisas nacionais junto ao respeitado Instituto Datafolha em 2002, 2006, 2009 e 2015, levantando dados importantes sobre o Skate brasileiro que ajudam a conquistar o respeito da sociedade e poderes públicos.

Depois de anos de trabalho e articulação com organizadores de campeonatos e comitês, a CBSk organiza anualmente mais de 60 rankings brasileiros entre todas categorias e modalidades, o que acontece somente no Brasil.
Foi responsável pela coordenação técnica dos maiores eventos de Skate no país como o Rio Vert Jam, Mega Rampa, X Games Brasil, Rio Bowl Jam, Red Bull Skate Generation, Circuito Banco do Brasil, todas etapas brasileiras dos Circuitos Mundiais de Vertical e Street além dos Circuitos Brasileiros Profissionais de Street e Vertical.

Sempre esteve na luta contra a proibição da prática do Skate como ocorreu em São Paulo no Museu do Ipiranga, na Avenida Paulista e Praça Roosevelt, intermediando a negociação com o poder público.
Além de participar para a construção das pistas de Skate nos CEUs, do Sumaré, Freguesia do Ó, Parque Madureira, CFONE, Praça Roosevelt, Parque do Nado, Chácara do Jockey, Bom Retiro entre tantas outras.

Também tem parceria com o Hospital das Clínicas e Santa Casa para atendimento gratuito para skatistas amadores e profissionais, inclusive com exames e cirurgias.
Batalhou para o Skate ser incluído no Bolsa Atleta do Ministério do Esportes ajudando 107 skatistas serem beneficiados com a distribuição de R$ 1.737.000,00 desde 2008.

Muita gente não sabe, contudo a CBSk paga suas despesas com receita gerada somente da cobrança de homologação de grandes eventos, não recebendo verba pública e mesmo assim isentando os skatistas confederados e as federações filiadas de pagar anuidades como também os organizadores de etapas amadoras do Circuito Brasileiro de Skate.

A CBSk ajudou a fundar a International Skateboarding Federation (ISF) onde fazem parte a Street League Skateboarding, World Cup Skatboarding (WCS), dezenas associações e federações nacionais de Skate, skatistas como Bob Burnquist, Eric Koston, Letícia Bufoni, Mimi Knoop, Neal Hendrix entre outros, sendo Tony Hawk seu atual vice-presidente.

A ISF nos últimos 11 anos tratou com o Comitê Olímpico Internacional (COI) da participação do Skate nas Olimpíadas, preocupada quando isto acontecesse fosse do jeito que os skatistas gostariam e que não perdesse a essência do nosso esporte/estilo de vida, sendo que a CBSk participou ativamente disto.
Depois de muito trabalho a ISF conseguiu que o Skate participasse da próxima Olimpíada da maneira que o Skate seja valorizado e como acontece nos principais campeonatos internacionais como Street League Skateboarding, Vans Park Series, Skatepark of Tampa Pro, X-Games etc.

Assim ISF é responsável pela seleção dos participantes, da escalação da comissão técnica, da construção das pistas e da organização técnica.

Agora a CBSk corre o risco de ficar de fora do processo olímpico de preparação dos skatistas nos próximos 04 anos porque o Comitê Olímpico do Brasil (COB) não aceitou o pedido de filiação da confederação alegando a CBSk não ser filiada a uma entidade internacional filiada ao COI.

Contudo há um acordo entre o COI e a ISF de haver prioridade para as entidades filiadas à ISF participarem do processo olímpico.
Portanto precisa mostrar que todos skatistas querem a participação da CBSk neste processo olímpico e assim garantir que no Brasil não se perca a essência, costumes e regras que tantos skatistas contribuíram para existir.

Sem isto corremos o risco de serem criadas regras e Leis nacionais que desagradem a esmagadora maioria dos skatistas e irão influenciar na prática do Skateboard até de quem não participa de competições.
Por causa disto está lançada a campanha #somostodosCBSK!
Confira abaixo os skatistas que já fazem parte da campanha e seus depoimentos:


-GENINHO - MEMBRO DO COMITÊ DE VERTICAL E COMENTARISTA

Eu, Eugenio Amaral, skatista Profissional desde 1994 e comentarista na TV aberta desde 2008, venho atrás deste declarar que a Confederação Brasileira de Skate, a CBSk, é a única confederação que representa a mais de uma década o Skate no Brasil e no mundo! Sempre aprimorando e melhorando o Skate no Brasil com um todo. #somostodoscbsk


- KELVIN HOEFLER - TETRACAMPEÃO MUNDIAL DE STREET SKATE

A CBSk é o principal órgão brasileiro onde eu comecei nas categorias de base e em 2011 quando eu me profissionalizei pela CBSk. Graças a Confederação Brasileira de Skate eu sou conhecido mundialmente. E muito obrigado CBSk por tomar conta do Skate brasileiro. #somostodosCBSK


-MATHEUS NAVARRO - TRICAMPEÃO BRASILEIRO DE FREESTYLE SKATE

A CBSK (Confederação Brasileira de Skate) foi incrível na minha carreira de skatista, ela fez com que me tornasse um profissional reconhecido e de forma legal. E alguns anos após dela me passar pra esta categoria decidi competir o meu primeiro campeonato mundial fora do Brasil como profissional, que seria no Canadá. E nesta época tive problemas pra tirar o visto, fui negado uma semana antes do embarque. Pensei que não iria poder mais viajar pois já estava com as passagens compradas. Então a CBSk entrou com um pedido junto com o Ministério de Esportes para intervir o meu caso no Consulado Canadense. Depois de uma semana estava em território canadense e pude ter o que o Skate sempre me proporciona, a diversão! Sem a CBSk nada disto teria acontecido, após ser reconhecido por ela e ter total ajuda, mudou a minha vida. E ela tem uma representação muito forte no Skate brasileiro, ela trabalhou pra que o Skate ficasse em ordem, com que campeonatos sejam bem organizados, bem coordenados, e podendo ajudar cada vez mais skatistas. #somostodosCBSK


- PEDRO BARROS - HEXACAMPEÃO MUNDIAL DE SKATE BOWL

Nasci e cresci no meio do Skate, toda minha vida tive total suporte da CBSk. Todos eventos que participei no Brasil foram homologados por eles e posso dizer com propriedade que a CBSk representa o Skate democraticamente como nenhuma entidade ou empresa no mundo. Projetos como Bolsa Atleta foram importante na carreira de muitos skatistas no Brasil, o desenvolvimento profissional desenvolvido por eles também. Eu sou CBSk como a CBSk é para o Skate. #somostodosCBSK


- RODIL FERRUGEM - BICAMPEÃO MUNDIAL DE STREET SKATE

Desde o momento que foi criada a CBSk tem ajudado a todos os skatistas. E eu faço parte desse grupo. Sou skatista profissional desde meus 15 anos e estou com 38 atualmente. Então eu vi o crescimento do Skate brasileiro em normas, regras, através de pessoas que lutam, que fazem parte da CBSk, que são skatistas e pessoas que querem o melhor. Procuraram capacitar os juízes e defender os interesses dos skatistas. Nós víamos que há um tempo atrás, antes da CBSk, o Skate era um pouco bagunçado. Ela profissionalizou muitas questões, trouxe a outro nível o Skate brasileiro em relação a premiações, qualidade de eventos. Nós tivemos a possibilidade de termos um benefício em relação aos Top 10 terem viagens e hospedagens pagas para várias etapas do Circuito Brasileiro Profissional, dentre muitas outras coisas positivas. A CBSk sempre defendeu o Skate e a evolução do mesmo para que fosse cada vez mais profissional. #somostodosCBSK


- RONY GOMES - BICAMPEÃO MUNDIAL DE SKATE VERTICAL

Ando de skate há 15 anos, desde então acompanho o trabalho da CBSk de perto. Foram muitos campeonatos mirins, iniciantes e amadores até conseguir chegar ao Profissional. Todos graças ao trabalho e organização da verdadeira confederação de Skate, CBSk, que vem sempre olhando o lado certo do nosso esporte desde estrutura dos eventos, julgamento, profissionalização entre outras. Fiquei chocado com a notícia de que agora o Skate nas Olimpíadas será organizado por uma outra confederação, sabendo e reconhecendo todo esse trabalho de anos da CBSk. Peço a todos ajuda nessa campanha para que o correto seja feito e reconheçam a CBSk como única confederação representante do Skate. #somostodosCBSK


Se você concorda que a CBSk precisa participar do processo olímpico e não deixar o Skate brasileiro perder sua essência, utilize o hashtag #somostodosCBSK nas suas redes sociais, divulgue para os amigos e assine do abaixo assinado eletrônico na página https://www.change.org/p/comitê-oliímpico-do-brasil-cob-campanha-somostodoscbsk.
Afinal a CBSk é de todos skatistas brasileiros e #somostodosCBSK!






Nenhum comentário:

Postar um comentário